Torcicolo

Enrijecimento dos músculos do pescoço.

Quer receber mais informações sobre o torcicolo? Subscreva a nossa newsletter.

Como massajar para curar o torcicolo?

O torcicolo aparece quando os músculos e tendões da zona superior da cervical, mais propriamente o pescoço, ficam doridos e acabam por prender numa determinada posição. Sendo que normalmente a cabeça fica inclinada para um lado, com o queixo inclinado para o lado contrário, a cabeça irá inclinar exatamente para o lado contrário em que existe a lesão, ou seja, se magoou o tendão do lado esquerdo a cabeça irá inclinar para o lado direito.

Existem várias formas de curar o torcicolo, sendo que todas elas passam por tomar anti-inflamatórios, uma vez que a maioria das dores que terá, devem-se à inflamação dos tendões e músculos, sendo assim necessário eliminar esta inflamação para que tudo volte à normalidade. Apesar de os anti-inflamatórios serem indispensáveis, poderá recorrer a outros métodos a fim de ser ver livre das dores horríveis que o torcicolo trás com ele.

Massagem para curar o torcicolo

As massagens são um ótimo tratamento para este sintoma, ajudarão os tendões e os músculos e ainda farão com que diminuam as dores significativamente. Elas ajudarão ainda a eliminar a tensão acumulada no pescoço.

Para que não faça pior do que realmente está, é necessário ter em atenção todos os pormenores, inclusive se está com dores ou não, pois se estiver o melhor mesmo é parar e recorrer a um massagista profissional.

A massagem deverá ter os seguintes passos:

1º Passo:

Em primeiro lugar deve aquecer bem a zona a tratar, para isso aqueça uma toalha húmida no micro-ondas durante breves segundos, de seguida coloque a toalha no lado esquerdo e deixe ficar durante cerca de 10 minutos, ou até começar a arrefecer. Assim irá estar a soltar os músculos do pescoço, o que fará com que seja mais fácil depois a recuperação.

2º Passo:

Comece a massagem com pequenos movimentos com a cabeça, assim conseguirá ver a extensão da dor. Inicie a sua massagem colocando a sua orelha direita no ombro direito, se não sentir dor, intensifique o alongamento deixando ‘cair’ do seu ombro esquerdo. Repita o mesmo processo agora para o lado contrário. Se não sentir dor, poderá continuar a sua massagem, caso sinta dor, deverá repetir o processo devagar até não sentir dor. Assim sendo, se não sentir dor, tente dobrar virar o máximo que consiga a sua cabeça, olhe sobre o seu ombro esquerdo e fique alguns segundos nessa posição, agora olhe sobre o seu ombro direito e espere alguns segundos. Sentiu dor? Não? Ótimo, passe ao passo três.

3º Passo:

Neste passo inicie a massagem propriamente dita, coloque um pouco de óleo ou creme de massagem no lado que lhe doí. Comece por tentar encontrar o esternocleidomastóideo, este é o maior músculo que tem no pescoço, é muito fácil de identificar, coloque a mão na parte de trás da orelha e deixa até quase ao ombro, o músculo que sente é o esternocleidomastóideo. Quando conseguir identificar o músculo, de cima para baixo, vá massajando, com pequenos movimentos circulares e fazendo um pouco de pressão, muito levemente, repita este processo até sentir que o músculo está relaxado.

4º Passo:

De seguida repita o passo três mas desta vez com o trapézio, este é o músculo que está localizado na parte de trás do pescoço e que vai até à coluna vertebral. Repita o processo até sentir que o músculo está relaxado. Quando sentir que o músculo está melhor, agarre na parte grossa dele, aperte um pouco e solte, repetindo algumas vezes. Atenção, não aperte muito o músculo, só um pouquinho. Agora volte a testar a sua amplitude do pescoço, ou seja, rode a cabeça, olhe por cima do ombro, e veja se conseguiu aumentar o que fazia no início. Conseguiu? Magnifico. Caso não sinta alterações, então massaje mais um pouco os músculos.

5º Passo:

Por fim, se conseguiu aumentar a sua amplitude, repita o processo agora colocando a toalha do lado direito e massajando o esternocleidomastóideo do lado direito. Repita todos e passos e verá que no fim as dores serão menores.